Thursday, January 24, 2008

Ao Artista Choroso - Parte II de III

OPINE (Clique aqui)

(Obama) Terá de lidar com a imigração e a economia caindo em recessão, a guerra no Iraque e a situação social e educacional deterioriantes, sem contar na função de mediador de Reis que sentam a bunda peluda e dourada em sessenta por cento do petróleo do planeta, em um país que é seu maior consumidor. Imagine se ele der errado?

Afinal, sua campanha é bem financiada, ele não parte do povo plebeu, ganhou boas esmolas e servirá bons interesses. Claro que John Edwards é outro, o milionário defensor das mazelas da classe média, e Clinton, mais uma Clinton, e o sangue azul se prolifera muito bem, mas poxa, seu artista choroso, pense melhor. E se Obama for como foi Clinton?

Sim, porque republicanos fodem o país e chegam democratas a salvá-lo, pelo menos parece que “anda sendo” assim. Mas, amigo artista, você que eu adoro desrespeitar, pense melhor. E se for ele quem levar a culpa por uma piora cujo controle efetivo ele teria poucas razões a compartilhar? E se for ele o verdadeiro culpado por uma trágica piora? E se a guerra no Iraque sobreviver a dois de seus mandatos, e um retardado de pescoço vermelho voltar à presidência dos Estados Unidos justo quando a guerra decidir morrer, ao nascimento de outras cinco de menor porte e mais fatalidades?

A mídia deita e rola, e sim, a mídia cria a história à não ser que alguém tenha tempo de viver ao lado de todos os candidatos ao mesmo tempo o tempo todo. Deita e rola porque escolhe estupidezes, puras e simples, mas já estou cansado de culpar a mídia. Sim, vocês mesmos são culpados, e eu também.

Está bem, nem todos vocês, ou quase nenhum, mora nos Estados Unidos, mas vocês são os culpados pelo sucesso da Globo, do SBT e de qualquer outro canal da TV aberta brasileira. Nós somos muitas vezes culpados pelos governantes que temos e sim, pela mídia que nos representa. Porque NOS representa. Representa esse bando de imbecís nos Estados Unidos, que vota dez vezes por dia no “American Idol” ou os outros estúpidos que passam a noite assistindo a saga inútil de Britney Spears.

E quando falam em mais pessoas se engajando na política, é balela pura, sim senhoras e senhores. Balela porque cada um está mais interessado em qual papel higiênico melhor limpa o próprio... Curiosiamente, cada qual procura seu igual. Quer saber porque as eleições aqui são mais fáceis do que as eleições daí?

1 comment:

Pirata Z said...

"sobrinho", ainda que em silêncio, tenho acompanhado tudinho por aqui. não tenho emitido muitas opiniões, porque tenho seguido a lógica de certas tribos indígenas, que é a seguinte: quando um deles fala, ficam todos em absoluto e longo silêncio, e não por descaso, muito pelo contrário: estão é refletindo sobre a ponderação do camarada, para, depois, emitirem, alternadamente, suas opiniões.
baita abraço meu,
"tio"