Wednesday, February 14, 2007

Porque ela...

A mergulhar em insólitos desejos
A relutar tentações melindradas
A adestrar o querer do animal embalsamado
No vinagre que percorre suas veias

E a observar em mundo imenso
Que ela é tudo
Que a tudo completa
Com a inexistência de suas quinas
Em círculos orgânicos

Porque era humano, sabia sentir
Porque ela era deidade, sabia saber
Que o bem querer do animal embalsamado
No vinagre que percorre suas artérias
Palpitantes, é seu coração, apenas
Quando palpitava ao lado dela
E ainda há de palpitar

2 comments:

Lilith said...

Porque ela é por ti. Só por isso.
Beijo doce!

Santa said...

Também poeta?
Nossa... Gostei muito.

Bjs