Thursday, July 12, 2007

NO SE PUEDE!!!!



Por esse texto, ainda me lincharão!
“Resposta ao Texto Anterior”

Por esse texto também. Acompanhem!
“Porque não todos somos iguais…”

Acompanhem!

4 comments:

El Funebrero said...

Historias...

De ciudades y personas...

De caras sucias y pies descalzos...

De paisajes y devociones...

Ritos y creencias...

Arte y soledad...



Aquí estoy para contarlas...

De nuevo al que quiera oír...

R.C said...

Adonde, hermano, que no te veo!

jijiji

Jens said...

Os argentinos são viscerais no seu amor à pátria. Não sei qual é a razão - talvez no passado tenham lutado mais do que nós, brasileiros, para constituirem-se como nação.
Nós, gaúchos, somos mais portenhos do que brasileiros nesta coisa de amor à terra-mãe. No nosso caso, não tenha dúvida, antes do Brasil vem o Rio Grande do Sul (o separatismo não é uma idéia de todo sepultada por aqui). Isto tem a ver com a história de guerras (externas e internas) contra invasores de toda a ordem: territoriais e econômicos.
Nosso maior feito, celebrado até hoje, é uma revolução de latifundiários em que fomos que perdemos - a Revolução Farroupilha -, na qual combatíamos o Brasil.
Em 1972 houve um jogo da Seleção Brasileira contra a Seleção Gaúcha. O RS contra o BR. Éramos mais de 80 mil no Beira-Rio. Sai sem voz de tanto gritar impropérios. Contra os brasileiros, é claro. O resultado final foi 3 X 3. Sempre estivemos na frente; quando estava 3 X 2 era hora de recuar o time e garantir a vitória. Mas o técnico(só lembro o primeiro nome, Aparício) pipocou. Com razão. Os milicos, que mandavam no país, já tinham dado a entender que não veriam com bons olhos uma derrota do escrete nacional.
No mais, estamos torcendo pelo gaúcho Dunga. E pela Seleção Brasileira, é claro.
Abração.

El Funebrero said...

www.eltrabajodemivida.blogspot.com