Friday, March 23, 2007

Lucia Aratanha in loco

Matéria com Lucia Aratanha, veterana da CIA dos Atores, que realiza seu primeiro trabalho solo nos Estados Unidos, desde que se mudou em 1993.

Entrem e confiram o link do BRTV! A entrevista sai no
Achei USA, no Reação Cultural e no sítio Cabaré, cada qual para um público!

Abrax a todos e todas, beijo na testa,

Roy


PS: Qualquer lugar que clicares neste 'post' chega aonde precisa chegar ;-)

7 comments:

Patricio no Pilar said...

o cabra a quem dediquei meu blog é casado com uma atriz mas representa melhor que ela...dêem uma olhada e , se for o caso, espalhem a novidade por aí...abs

R.C said...

Hehehe Estaras linkado aqui! Pela diversao ;-)

Santa said...

Roy, vc é mesmo um incansável... Consegues dar conta de tantos blogs, escritos...


Bjs

R.C said...

Queesso Santa, nos sempre fazemos o que podemos apenas :P

Bjx

Roy

Jens said...

RF, seu editor maluco, satânico: não sei como cai na tua teia! E pensar que quando comecei a acessar teu blogue encontrava dificuldade (não tinha BL); encarei aquela saga apocalíptica fdp (não deixaste ninguém vivo porque não sabias como terminar - não tente me enganar!); é claro que agora me encantei pela tua nova história (radicalmente diferente no estilo e no conteúdo). Nem pense em sacanear na continuação e no final. Ninguém começa a escrever um troço assim - tô falando da saga da mana - sem saber o final.
Tô esperando uma análise porrada do Halem sobre a LITERATURA que estás produzindo.
Se mandasses para o LFV (aquele que saiu na foto comigo, o fiho do Érico - próximo colunista do jornal Marca da Cal, que edito aqui em POA -) não tenho dúvida de que ele te diria, entusiasmado, para seguir em frente.
Adoro o Marconi Leal, o cronista genial. Mas tu, RF, estás te revelando um p*** escritor. Os cronistas não gostam, mas é um degrau acima, como reconheceu o próprio LFV ("adorei esse cara", disse para o Simon (my chief, Carlos). "Quando quiseres uma colaboração manda ele (EU) me telefonar". Ficou encantado quando falei do grande livro do Pai: "As aventuras de Tibicuera" e do personagem que inspirou o Jorjão lá da Toca, um cara que era um "contumaz barranqueador de éguas" em Incidente em Antares. Não citei nenhum personagem óbvio de O Tempo e o Vento.
Me pergunto se tens consciência da qualidade do que estás produzindo. Não apenas como escritor, mas também como editor - a RC está cada vez melhor - estás fazendo um Pasquim (dos old times). Acho que achastes o ponto G da publicação - só vagabundos da escrita. Falta o ML, é claro.
Garoto, gosto de você.
Qualquer hora vou te indicar uma menina muito legal, que escreve muito bem - que sabe ser séria, dolorida, risonha e sarcástica nos momentos certos. Nada a ver com nepotismo, mas é minha filha. Hehehehe...
Abraço.
Aparece aqui em POA.

Jens said...

PS:
o endereço que que garante minha cesta básica mensal é www.safergs.com.br
Apareça e critique
(Sim, sim, sou um doido, um velho safado, como Bukowsky, mas mais esperto).

R.C said...

Jens, preciso constatar aqui que voce eh demais. Porra, para com isso, o que voce produz, alem de informativo, tem um estilo que eu sempre procuro imitar. Alias, imitar eh comigo mesmo, e ainda uso um h no fim do e porque vivo cus gringo, ou seja, com os green stay e nao possuo bolsa escrotal para escrever no word, editar ainda por cima e colocar aqui. Entao se o ponto do G do pasquim era vagabundear, ja entendi tudo, o pessoal quis sofisticar e nao rolou, tem eh q vagabundear como nos! O RC esta para ficar, camarada, e com certeza a gente vai dar um jeito de estragar mais pra frente, nao se preocupe! Aparecer em POA eu vou, pode acreditar, divida minha contigo, mas to quase casado e a patroa me mata se eu pensar em conhecer sua filha, agora. Dissimularemos e diremos que ela se tornou freira, depois de perder seu grande amor. Ei, sem sacanagem, se ta me fazendo ter desejos megalomaniacos, amigo! Tu es dos bons tambem, dos otimos ate, so esse seu recado ja me inspirou a escrever um livro maior do que o do Proust. O Marconi entao, nem se fala. Ja tenho ate a ideia pra um novo cartum: Marconi e Jens, os incalaveis de POA! Que tal? Valeux, Jens, volte sempre, sacaneio a mana nao, ela ta apimentada, mas sossega que o conto tem piso, ou melhor, jugo, ou melhor, pupa, ou melhor, chao... Isso, chao...

abrax!

Coy