Monday, September 10, 2007

Às vezes, sentimos isso:

Nu, agachado, arrebitado
Oco, por dentro, vazio

Cara colorada, suada, doentia
Unidos o prazer e a dor, serventia.


PS: No seu.

2 comments:

Camila said...

Todo mundo que realmente quer ser verdadeiro, tem de assumir alguns lados: assimir-se incompleto, sádico, masoquista, escatológico, vazio, porque todos somos essas coisas todas, feias, fedidas, insuportáveis: Humano!
Quando nos vem o desejo de assumir tudo isso, alguns fazem sexo; alguns fazem arte; alguns praticam esportes... tem também alguns que fazem poesia!
Sigamos!Força!
Camila

Jens said...

Ora, ora, ora...
Eis que se revela uma nova faceta de RF, o homem-camaleão: a poesia.
Bom poema, meu caro. Bom, ousado e também debochado, se entendi bem.
Um abraço.